jusbrasil.com.br
15 de Agosto de 2022

Blockchain e o Mercado Imobiliário

Camila Weimer , Advogado
Publicado por Camila Weimer
há 3 meses


O Setor imobiliário é o maior mercado de ativos do mundo. Entretanto, quem já comprou ou vendeu um imóvel sabe que é um processo demorado, podendo apresentar algumas dificuldades de transações e as vezes tem um alto custo.

Diante disso a adoção da tecnologia blockchain será um grande passo para o setor imobiliário.

Com o blockchain, surgem os contratos inteligentes (Smart Contracts) para gerenciar todo o processo de administração e gestão de propriedade.

Contratos inteligentes são códigos de instrução autoexecutáveis que podem supervisionar e executar transações automaticamente, uma vez que as condições especificadas sejam atendidas. Numa negociação imobiliária ao utilizá-los, os contratos de arrendamento, compra e venda poderão ser executados rapidamente.

Por ser um sistema seguro, transparente e eficiente, o blockchain pode erradicar alguns dos maiores problemas do setor imobiliário tradicional. Trazendo inúmeras utilidades para o setor. Como por exemplo:

  • Aumento da liquidez. Com as criptomoedas, os imóveis podem ser facilmente liquidados. Isso significa que, em vez de as vendas demorarem para serem concluídas, os tokens podem tornar os imóveis prontamente negociados. O vendedor do imóvel não terá que esperar por um comprador que pode comprar a propriedade inteira para obter algum valor dela.

  • Segurança de dados armazenados online. O blockchain permite o armazenamento de dados imutável. Isso pode garantir a guarda de registros de propriedade, como escrituras, pesquisas e outros detalhes de transações. As pessoas não correrão mais o risco de perder dados valiosos ou que eles caiam nas mãos erradas.

  • Disponibilidade de informações cruciais. Como uma tecnologia descentralizada, elimina o controle individual sobre cada faceta da indústria, incluindo informações. Ele cria confiança e permite que cada participante acesse informações válidas e confiáveis, que podem ser verificadas.

  • Reduções de custos. Os custos de transação relacionados a imóveis sempre tendem a ser altos, mas isso não acontecerá com o blockchain. Ele reduzirá custos, eliminando taxas como comissões, custos de inspeção, impostos, taxas de registro e taxas de empréstimo. Ao automatizar todos os processos de investimento imobiliário, todos os custos de realizá-los serão reduzidos.

  • Melhorando a transparência. Superar os intermediários é um excelente passo para aumentar a transparência nas negociações imobiliárias. Todas as informações são gravadas de maneira digital e imutável, dificultando sua manipulação.

No dia 16/04/2022 foi feita a primeira Escritura Pública de venda de um apartamento na Cidade de Braga, realizada com pagamento por meio de Criptomoeda. A transação foi no valor de 3 Bitcoins, comprovando a transferência de uma conta Cripto do vendedor para a conta Cripto do comprador.

A tecnologia Blockchain está tornando isso tudo possível!

Gostou do conteúdo? Siga nas redes

@camilaw.advimoveis

www.camilaweimer.com

Informações relacionadas

LDSOFT Propriedade Intelectual, Advogado
Notíciashá 4 anos

Kodak vai usar blockchain para garantir direitos autorais dos fotógrafos

Originalmy Blockchain, Administrador
Artigoshá 3 anos

Saiba como o Blockchain pode melhorar a proteção aos Direitos Autorais

Erick Felipe Medeiros, Advogado
Artigoshá 8 meses

Contratos e Blockchain: O futuro das negociações

Nathalia Bastos do Vale , Advogado
Artigoshá 11 meses

Tecnologias de Fronteira: conheça o Blockchain

Tribunal de Justiça do Mato Grosso
Jurisprudênciahá 2 anos

Tribunal de Justiça do Mato Grosso TJ-MT: XXXXX-51.2018.8.11.0003 MT

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)